Uma nova tecnologia de segurança contra incêndio desenvolvida pela Honeywell está tentando resolver esse problema.

A peça mais permeável do equipamento de proteção
individual (EPI) de um bombeiro é o capuz de proteção
semelhante a uma meia que deixa a pele e as glândulas do
rosto, mandíbula, pescoço e garganta do bombeiro
vulneráveis à absorção de carcinógenos em ambientes de
alto risco.
Ao substituir o “capuz de meia” tradicional por um ajuste
mais leve e mais solto, o capuz Life Guard promove o fluxo
seguro de ar em torno da cabeça e do pescoço de um
bombeiro, enquanto uma barreira de umidade de
politetrafluoroetileno (PTFE) selada por costura, de camada
tripla, bloqueia a exposição a partículas perigosas. ( PTFE é
comumente conhecido pelo nome de marca Teflon.) O Life
Guard Hood oferece níveis de proteção comprovados em
laboratório contra partículas cancerígenas no ar e na
água. Ele tem uma eficiência de filtração de partículas
de 99% quando testado para ASTM F2299 , o método de
teste padrão para determinar a penetração de partículas em
materiais usados em máscaras faciais médicas. Ele também
possui um top de malha confortável sem barreira,
proporcionando ventilação adequada sem adicionar volume
ao equipamento.  https://marcelobarbosa.com.br/website/como-tocar-guitarra-passo-a-passo-para-iniciantes/