Foi o ditador romano Júlio César quem decidiu que o ano começaria em 1º de janeiro