Após dois meses de casamento “forçado”, onde a mulher foi obriga a se casar, em Muzaffargarh no Paquistão, ela elaborou um plano para matar o marido de 25 anos, colocando veneno em um copo de leite.

O plano macabro teve uma consequência ainda mais mórbida. É que o copo de leite, em vez de bebido pelo marido, foi utilizado pela sogra para fazer lassi, uma bebida tradicional à base de leite, parecido com iogurte. A iguaria foi servida a 27 membros da família que, depois de a consumirem, começaram a sentir-se mal, apresentando sintomas de envenenamento.

Quinze dos familiares morreram no hospital e doze continuam internadas em estado crítico.

A mulher acabou confessando a autoria do plano e foi presa.

Incidentes de envenenamento são comuns naquela região, onde os casamentos forçados continuam a existir. Ainda no mês passado, um jovem casal recém-casado foi envenenado pela família da noiva.