Assaltantes explodiram caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal nesta sexta-feira (3) em Barra do Bugres. De acordo com a Polícia Militar, seis pessoas teriam participado do assalto. A quadrilha, durante a fuga e a chegada da PM, entrou em um hospital e fez funcionários reféns. Eles atiraram contra os policiais e fugiram em seguida. Dois suspeitos foram presos. Nenhuma pessoa ficou ferida.

Segundo o coronel Heverton Mourett de Oliveira, comandante do 7º Comando Regional de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, os assaltantes estavam armados com fuzis e pistolas. O assalto ocorreu por volta das 4h30 [horário de Mato Grosso].

Conforme a PM, três caixas foram explodidos pela quadrilha. Há explosivos em um outro terminal bancário, que não foi danificado.

Os funcionários foram liberados e a quadrilha conseguiu fugir na sequência. Eles estavam em dois veículos e em uma caminhonete. Enquanto procuravam pelos assaltantes, momentos depois do crime, os policiais militares abordaram duas pessoas em um veículo.

A suspeita é que eles tenham participado do assalto. Os dois homens foram levados para prestar depoimento na Polícia Civil de Barra do Bugres. De acordo com a PM, os assaltantes saíram em fuga em direção ao município de Tangará da Serra.

Uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi para a agência e deve retirar o que restou dos explosivos nos caixas eletrônicos.