A Universidade Estadual de Mato Grosso pode implantar um curso de Arquitetura e Urbanismo, fora de sede, em Sorriso, a partir do ano que vem. A graduação seria ligada ao campus de Barra do Bugres e ofertaria 50 vagas, em turma única com duração de dez semestres.

Estimativa que consta na proposta de implantação aponta que para iniciar o curso devem ser gastos R$ 148 mil, com “atividades administrativas”. No decorrer da graduação são previstos ainda gastos de até R$ 1,7 milhão com pagamento de diárias aos servidores, material de consumo, passagens, materiais permanentes, locação de veículos e INSS dos professores.

No documento, a universidade justifica que o curso “por localizar-se em Sorriso, tem como necessidade pensar em projetos de extensão e/ou projeto de pesquisa em interface com a extensão que venham de encontro com a comunidade urbana e rural de Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Santa Helena, Colíder, Vera, Nova Ubiratã e Tapurah”.

Em setembro, a implantação do curso em Sorriso foi aprovada pelo Colegiado Regional. Agora, precisa de aprovação do Conselho Universitário (Consuni) da Unemat. A votação será no final deste mês. Caso seja implantada, a graduação terá início no primeiro semestre de 2018. Neste caso, a carga horária total será de 3,6 mil horas, sendo 3 mil presenciais e mais 600 na modalidade à distância (EAD).

A Unemat não confirmou se o curso será custeado com recursos próprios. Só Notícias entrou em contato com a coordenadora do curso de Arquitetura em Barra do Bugres, Eveline Costa, que não quis comentar o assunto.