O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos Sávio Parreira, confirmou, em entrevista, que a unidade técnica em construção em Sorriso será entregue até o segundo semestre de 2018. São mais de R$ 12 milhões de investimentos e deve atender cerca de 2 mil alunos do Nortão. “Essa nova unidade representa um avanço no ensino técnico direcionado. As possibilidades de parceria entre a Escola Técnica Estadual (ETE) e as empresas agrícolas e indústrias da região são amplas. Em Alta Floresta, por exemplo, os alunos já têm direcionamento para o mercado de trabalho com parcerias de demanda. Trazer isso para Sorriso que é o centro de produção agrícola do Brasil, é uma oportunidade única para o ensino técnico estadual”, disse Savio.

O secretário explicou ainda que os cursos são realizados sob demanda da Escola Técnica Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (Secitec), Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e Formação Profissional e Técnica de Forma Integrada – MedioTec. Os principais destaques são os cursos de agropecuária, enfermagem e secretariado. A previsão é que a Escola Técnica Estadual de Sorriso atenda as cidades de Vera, Feliz Natal, Itanhangá, Santa Carmem, entre outros.

A unidade segue o padrão federal, com dois pavimentos divididos em quatro laboratórios profissionalizantes, 12 salas de aulas, auditório, biblioteca, teatro, refeitório, área de convivência, ginásio poliesportivo coberto, setor administrativa e estacionamento. Terá capacidade de receber estudantes nos períodos matutino, vespertino e noturno.

Conforme já informou, as obras foram iniciadas em 2008 e paralisadas no ano seguinte e aguardavam investimentos para execução. Em julho deste ano, o governador Pedro Taques assinou a ordem de serviço para retomada da construção da Escola Técnica.

Atualmente, o Estado tem 10 unidades em funcionamento que atendem 12 mil alunos, divididos entre 29 cursos Técnicos e 96 cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), nas cidades de Alta Floresta, Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Diamantino, Tangará da Serra, Lucas do Rio Verde, Poxoréo, Cuiabá e Chapada dos Guimarães. Estão em construção mais oito novas escolas técnicas, em Água Boa, Cáceres, Campo Verde, Juara, Matupá, Primavera do Leste e Sorriso.