Uma mulher deficiente de 47 anos foi presa na sexta-feira (15) pela Polícia Civil, em Tapurah, suspeita de usar a filha de 17 anos para ajudá-la a vender drogas em uma bar localizado em frente a uma escola no Bairro São Cristóvão, naquele município. O local, segundo as investigações, funcionava como ponto de distribuição de drogas.

A mulher foi presa em flagrante, durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça. Com ela, além de drogas, os policiais apreenderam um total de R$ 1.010, em diversas notas trocadas.

Segundo a delegada Vanessa Aguiar, que acompanhava o cumprimento dos mandados, a mulher foi flagrada quando tentava se desfazer de porções de maconha e pasta base de cocaína dentro do vaso sanitário. A delegada percebeu a manobra e impediu o ato.

Conforme a Polícia Civil, a mulher e a filha dela foram encaminhadas para a delegacia. A mulher passou mal quando era autuada em flagrante e precisou ser socorrida e encaminhada ao hospital municipal. Segundo a polícia, ela deve responder por tráfico de drogas, corrupção de menores e resistência à prisão.