O suspeito de assassinar uma travesti dentro da quitinete onde ela morava, no bairro São Mateus, em Sorriso, ontem (5), foi apreendido pela Polícia Militar por volta das 23h desta terça-feira.

Welton da Silva Teixeira, de 25 anos, foi encontrado morto com uma faca cravada no rosto. A PM e o Corpo de Bombeiros foram acionados pelos vizinhos da vítima, que foi achada com vários ferimentos de facadas pelo corpo.

O levantamento da Polícia Militar apontou que o principal suspeito do crime é um adolescente de 15 anos, que foi apreendido ontem à noite ao transitar de bicicleta na extensão da avenida Brasil.

O menor nega o crime e disse que estava em uma pescaria quando o crime ocorreu. Porém, ele confessou à PM que a travesti lhe devia dinheiro e que ambos usavam drogas com frequência.

Para a polícia, o depoimento do suspeito é confuso e o caso também continuará sendo investigado pela Polícia Civil.

O adolescente, que já tem ficha criminal por roubo, está à disposição da Justiça.

Saiba Mais

Uma travesti foi assassinada nesta terça-feira (5) onde residia, no bairro São Mateus, em Sorriso. O corpo da vítima, que era conhecida como Baiana e foi identificada como Welton da Silva Teixeira, de 25 anos, foi encontrado nesta manhã, com uma perfuração de arma branca.

Os vizinhos disseram que houve uma confusão na quitinete por volta das 10h. Logo depois, encontraram o corpo, ao lado da cama, com uma faca cravada no rosto.

A família da vítima reside em Tangará da Serra, para onde, segundo vizinhos, Elton iria amanhã (6).

Populares relataram que a travesti tinha um bom relacionamento com os vizinhos, mas que eram frequentes as confusões na quitinete dela.

O óbito foi constatado pelo Corpo de Bombeiros.

As polícias Militar, Civil e a Politec foram acionadas.