A MT 338, Estrada da Baiana, que, segundo o diretor da empresa Guaxe, Márcio Aguiar, estaria com o trecho entre Juara e Tapurah totalmente asfaltado no máximo até a metade de agosto, teve atraso nas obras e só deverá ser concluída 100% durante o mês de setembro.

A reportagem do Show de Notícias percorreu nessa segunda-feira, 04 de setembro, todo o trecho entre a Serrinha até o encontro com o asfalto que vem de Simione e constatou que só faltam 14,5 km para serem asfaltados, porém, toda a terraplanagem foi concluída, faltando apenas a capa asfáltica em 10 km, que já estão imprimados e imprimar e asfaltar mais 4,5 km.

A empresa Guaxe também está recuperando um trecho de aproximadamente 15 km, entre Itanhangá e Ana Terra, que está com o pavimento antigo e bastante danificado, devendo, também, concluir em setembro.

O Show de Notícias chama a atenção dos motoristas que trafegam nesse trecho ainda sem asfalto, por que o aterro e terraplanagem estão todos concluídos, por isso a empresa proíbe a passagem de veículos pelo leito da estrada, tendo que transitar pelo desvio.

Como é ilegal transitar sobre o trecho imprimado, pois causa danos ao material, os motoristas devem usar os desvios feitos pela empresa, no entanto, é preciso muita atenção, pois a poeira é imensa, dificulta a visibilidade, principalmente à noite, devido ao grande fluxo de carretas transportando grãos e madeiras, propiciando sérios riscos de acidente.