Os servidores do Detran irão paralisar hoje (17) por 24 horas as atividades em todo o Estado, em protesto à negativa do governo estadual em reajustar a tabela salarial da categoria que está defasada desde 2011.

“Após oito meses de notificações e quatro meses de reuniões com o secretário da Casa Civil, José Adolpho, e, por fim, também com a participação da Secretaria de Gestão, incluindo o Secretário Júlio Modesto, onde discutimos a fundo os dados e estudos para a correção da defasagem salarial da categoria, o Governo passou a descumprir agendas e ontem negou o reajuste, inclusive apenas para os servidores do Detran que são apenas cerca de mil em todo o Estado e que estamos sem nova tabela salarial há seis anos”, comenta Daiane Renner presidente do Sindicato dos Servidores do Detran.

A categoria já havia decidido no mês de julho ficar em estado de assembleia permanente aguardando o resultado das negociações com o governo. De início o governo acenou com a possibilidade de atendimento da pauta, o Sinetran inclusive mostrou que o próprio orçamento do Detran possui disponibilidade para tal. Mas ontem simplesmente voltou atrás em tudo que fora discutido durante meses.

Segundo Daiane, essas 24 horas de paralisação tem o intuito de que o governo reveja a posição e atenda a pauta, caso contrário, a categoria pode paralisar os serviços por tempo indeterminado.