Três índios da etnia Bororo foram detidos no município de Pedra Preta, a 243 km de Cuiabá, por transporte ilegal de madeira em um caminhão da Fundação Nacional do Índio (Funai), segundo a Polícia Militar. A prisão ocorreu na segunda-feira (28) na MT-459, conhecida como Rodovia do Leite. Ao serem presos, os indígenas alegaram que as toras de madeira, da espécie aroeira, seriam entregues em uma fazenda na região.

De acordo com o boletim da PM, os índios alegaram que a madeira havia sido retirada dentro da Terra Indígena Tadarimana e seria entregue em uma fazenda na região. Para o transporte da madeira, os indígenas informaram que utilizavam um veículo da Funai.

Segundo o governo federal, a Terra Indígena fica dentro da Amazônia Legal e abriga 604 índios da etnia Bororo.

A madeira e os índios foram encaminhados para a sede da Polícia Federal em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Eles foram ouvidos e liberados após o depoimento. A PF deve abrir um inquérito para investigar o caso. A madeira foi apreendida e deve ficar à disposição da Justiça.