Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos em operação integrada deflagrada pela Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, na manhã desta terça-feira (13.06), em Tapurah. Na operação denominada Tapurah II, dois homens e uma menor de idade foram detidos, acusados de envolvimento com o tráfico de drogas, além de resultar na apreensão de drogas, dinheiro, arma de fogo, munições e objetos de origem ilícita.

Um traficante foi preso por força de mandado de prisão expedido pela Justiça com base em investigações da Delegacia de Tapurah que indicava o envolvimento do suspeito com a distribuição de entorpecentes no município. O suspeito foi abordado pelos policiais enquanto trafegava em um táxi em via pública. No momento da prisão, ele quebrou o próprio aparelho celular, possivelmente para evitar o acesso de informações pelos policiais.

Na realização de buscas na casa do suspeito, foi apreendida uma caixa de som com restrição de furto. Questionado, ele alegou ter comprado o aparelho de uma pessoa, a qual não se lembrava o nome. Diante da situação, além de ter a ordem de prisão cumprida o suspeito foi autuado em flagrante por receptação.

Outro acusado e a sua companheira de 17 anos, foram presos em flagrante também pela atuação com o tráfico de drogas na cidade. A casa do suspeito era investigada há algum tempo pela Polícia por funcionar como ponto de venda de entorpecentes, sendo comprovado o grande movimento de usuários no local. Em cumprimento a ordem de busca em sua  casa, no bairro São Cristóvão, policiais apreenderam duas porções de maconha, uma porção de pasta base de cocaína que estavam escondida em um brinquedo da filha do casal, R$ 460 em dinheiro, ocultados no interior de uma almofada da sala e entre as roupas dos suspeitos, além de duas motocicletas, uma delas sem placas.

Na terceira busca em uma residência no bairro Cristo Rei, as equipes policiais apreenderam uma espingarda calibre 28, com 8 munições, guardada em cima do guarda-roupa. O dono da arma foi encaminhado a Delegacia por posse irregular de arma de fogo.

Segundo a delegada, Vanessa Aguiar da Cunha Garcez, as operações Tapurah I e Tapurah II foram deflagradas visando combater a criminalidade no município e região, em especial o tráfico de drogas, desencadeador de outros delitos. “Desde o início dos trabalhos, 14 bocas de fumo foram fechadas e oito suspeitos de envolvimento com o comércio de entorpecentes foram levados a prisão”, destacou a delegada.