Servidores públicos da Educação de Porto dos Gaúchos denunciam a intenção do prefeito Baxinho Piovesan (PMDB), de reenquadrar e baixar os salários atuais de servidores do município.
A atitude do prefeito, reprovada pela categoria, trata-se de um “suposto” reenquadramento no Plano de Cargos Carreira e Salários dos profissionais da Educação e com isso reduzir os ganhos de aproximadamente 20 profissionais da área de Porto dos Gaúchos
Os trabalhadores que serão prejudicados com a atitude do prefeito, relatam que já se reuniram com secretários e com o próprio prefeito para tratar a questão, e apontaram soluções, para o que a administração chama de “ato falho” feito deste o início da primeira gestão de Baxinho Piovesan, e por isso a necessidade de reenquadramento, segundo o gestor.
As servidoras que serão prejudicadas estão inconformadas com a ameaça do gestor, e consideraram “arbitrária e injusta”, uma vez que todas as trabalhadoras têm responsabilidades financeiras de provedoras de seus lares e afirmam que a redução dos salários comprometerá as condições e qualidade de vida.
Também enfatizam, que se houve falhas não foi por parte dos servidores, porém já tentaram dialogar com o prefeito que tem se mostrado irredutível.
Sindicato
O Sintep, Sindicato dos Trabalhadores do Ensino público de Mato Grosso, Subsede de Porto dos Gaúchos, manifesta preocupação com a forma de condução da Educação Municipal e principalmente com a falta de respeito e diálogo para com os servidores por parte do executivo, mas ainda assim informa que tentarão mais uma vez buscar o diálogo com o executivo municipal afim de evitar as perdas anunciadas.