Polícia Civil de Rondonópolis, apreendeu uma arma de choque utilizada por um suspeito de estuprar cerca de 13 mulheres naquele município. O homem de 37 anos, foi preso em janeiro deste ano depois de ser reconhecido por algumas das vítimas. A arma foi encontrada com a mulher do suspeito na segunda-feira (26) após cumprimento de mandado de busca e apreensão.

De acordo com a polícia, pelo menos 13 mulheres relataram terem sido estupradas pelo suspeito. Conforme as investigações, ele estuprava as vítimas durante a tarde, período em que a mulher ainda estava no trabalho.

As apurações começaram depois que uma das vítimas ter relatadou que durante o abuso ele acionava uma arma de choque com o intuito de amedrontá-la.

Durante depoimento, testemunhas e pessoas próximas ao suspeito contaram que ele havia adquirido produtos modernos em uma visita ao Paraguai, em dezembro do ano passado. Outras mulheres reconheceram o homem como sendo o agressor.

O objeto foi encontrado na casa da sogra dele junto com os pertences da mulher. Segundo a Polícia Civil, ela se mudou para a casa da mãe após a prisão do marido.

As investigações, segundo a polícia, continuam. A perícia deve apontar se as vítimas foram estupradas pelo maníaco, através de exames com o sêmen do suspeito.