Um avião agrícola que transportava quatro pessoas, incluindo o piloto, realizou um pouso forçado em uma rodovia estadual que liga os municípios de Canarana e Gaúcha do Norte.

A situação foi registrada por usuários de redes sociais ontem (18), depois que a aeronave, que saiu de Sinop com destino a Água Boa, ficou sem combustível.

De acordo com o Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos (Seripa), a ocorrência não foi comunicada pelo comandante, acionado apenas hoje (20), para prestar esclarecimentos.

Identificado como N.O. N, ele afirmou ao órgão que a gasolina foi furtada do avião momentos antes do voo, e que durante a checagem, a condição não foi percebida.

O Seripa informou que ninguém ficou ferido e destacou que uma avaliação deveria ter sido feita pelo piloto a fim de constatar os níveis de combustível e evitar este tipo de situação, considerada de alto risco.

“Em uma ocorrência desse tipo que termina sem nenhum ferido ou morto, os envolvidos podem dizer que nasceram de novo”, comentou um dos profissionais.

Foi ressaltado ainda que, nestas circunstâncias, o órgão deve ser imediatamente informado para dar início as investigações, e que, não havendo comunicação, os envolvidos acabam por cometer uma violação da lei. Levada para Cuiabá, a aeronave passará pela inspeção dos investigadores. Os oficiais se deslocarão de Brasília, onde está sediado o Serviço.

A Polícia Militar (PM) da cidade também não foi informada sobre o caso e a Polícia Civil tomou conhecimento apenas por meio da mídia local e pela divulgação do fato em grupos como o WhatsApp.