Um acidente no início da manhã de hoje (22) envolvendo um ônibus, uma carreta e duas ambulâncias na BR-101, em Guarapari (ES), deixou pelo menos 16 pessoas mortas. O ônibus fazia o trajeto de São Paulo para Vitória e pegou fogo após o choque com a carreta que transportava pedras. A maioria das vítimas morreu carbonizada.

Foram confirmados, até às 10h40 (horário de Brasília), 16 mortos (o número pode aumentar).

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública do Espírito Santo, as equipes de socorro estão no local verificando se há mais mortos e feridos.

O acidente aconteceu por volta das 06h30,  segundo informações da PRF, a carreta carregada com bloco de pedra, trafegava na pista sentido sul do Estado, quando por motivos desconhecidos invadiu a pista e colidiu frontalmente com um ônibus.

Atrás do ônibus vinham duas ambulâncias, dos municípios de Jerônimo Monteiro e Alfredo Chaves, rumo a hospitais da Grande Vitória, também colidiram. Após a batida, o ônibus desceu o barranco e pegou fogo. As ambulâncias também saíram da pista. A carreta e a rocha ficaram tombadas na via.

A ambulância do município de Jerônimo Monteiro transportava seis pacientes que não ficaram feridos, mas estão em estado de choque. O motorista Assinaldo Vampire Vargas, 36 anos, morreu no acidente.

Segundo a assessoria da Viação Águia Branca, o ônibus de viagem saiu de São Paulo às 16h10, de quarta-feira (21), em direção à Vitória, com 31 passageiros e um motorista. A empresa informou que há sobreviventes e está fazendo o levantamento de feridos, mortos e os nomes dos passageiros.

De acordo com a PRF-ES, no momento do acidente não chovia, mas tinha chovido antes, a pista estava molhada e o tempo ainda estava escuro.