A Polícia Militar acaba de confirmar que mais um suspeito de pertencer a uma quadrilha de assaltantes de banco, na região de Matupá (200 km Sinop), foi morto, hoje,  durante novo confronto, desta vez com a PM de Goiás, em operação conjunta com a  Polícia Militar de Mato Grosso, Força Tarefa SSP-BA e Polícia Federal.

Eles fizeram cerco policial e durante tentativa de sua abordagem, o homem conseguiu furar o cerco chegando à cidade de Campinorte-GO. Fortemente armado, o suspeito identificado por Adriano Gomes Costa, 47 anos, reagiu à abordagem policial e morreu em tiroteio. Estava com uma espingarda calibre.12 e uma pistola Glock calibre .9mm com kit rajada.

Ele é o terceiro acusado de fazer parte da quadrilha morto em confronto. O tenente Carlos Scheiffer, do Bope de Mato Grosso, morreu no sábado em tiroteio na mata, na região de Matupá e foi sepultado em Cuiabá.  Na última sexta-feira, bandidos entraram em confronto com policiais durante um bloqueio policial, no Distrito de União do Norte. Após o episódio, militares entraram em perseguição, porém só encontraram a caminhonete branca usada pelos criminosos abandonada no mato.

No sábado pela manhã, policiais do Bope encontraram os quatro suspeitos em uma casa de região rural do município de Matupá. Na ação, ocorreu outro confronto que resultou na morte do suspeito Marconi Souza dos Santos, 34 anos, informa a assessoria da PM.

O bope continuou a busca pelos demais integrantes da quadrilha. No início da noite de sábado, durante uma varredura em outra área rural, mas um confronto ocorreu. O tenente do Bope, Carlos Scheiffer foi atingido com um tiro no abdômen e morreu.

Durante um quarto confronto entre policiais militares e os suspeitos procurados por assalto a banco, na região de Matupá, segunda-feira à tarde, um bandido foi morto. Ele ainda não foi identificado. Os militares cercaram a área de mata onde estavam os criminosos. Na ocasião, visualizaram dois indivíduos, que, em seguida, entram em confronto com a equipe policial.

O outro fugiu pela mata.