O governador Pedro Taques recebeu na tarde desta quarta-feira (24.05) os prefeitos de Sinop, Rosana Martinelli, de Sorriso, Arin Lafin e de Nova Mutum, Adriano Pivetta. O deputado estadual Dilmar Dal’Bosco, líder do Governo do Estado na Assembleia Legislativa, também participou da reunião. Martinelli solicitou apoio do governador para dar solução aos problemas enfrentados pelo Hospital Regional do município, e ao lado de Lafin, entregou documento redigido nesta terça-feira (23.05) por autoridades do Executivo e Legislativo de diversos munícios da região, em que sugerem a criação de um Gabinete de Gestão da Saúde, do qual o governador seria o presidente.

Taques garante que está empenhado em resolver os problemas que afetam os serviços prestados por alguns hospitais regionais, como o de Sinop, e informou aos prefeitos de Sinop e Sorriso que tem se reunido com o secretário de Saúde, Luiz Soares, e com a equipe econômica para verificar o que pode ser feito.

O chefe do Executivo Estadual lembra a difícil situação econômica pela qual o país passa – que tem afetado estados e municípios, mas que apesar disso não tem medido esforços para resolver as questões da saúde. Em fevereiro se reuniu com o Ministro da Saúde para viabilizar investimentos. Na oportunidade, pleiteou recursos para a reforma dos sete Hospitais Regionais de Mato Grosso. “Temos hospitais como o de Sorriso que tem mais de 30 anos e nunca passaram por reforma”.

Uma equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES) está em Sorriso para fazer um diagnóstico da situação do Hospital Regional local e preparar um plano de ação para manter a unidade funcionando. O estado realizará um levantamento pontual de cada setor do hospital, desde a recepção onde é feito o atendimento, enfermaria, lavanderia, alimentação, na área clínica e cirúrgica, além de conferir notas fiscais e contratos com os prestadores de serviços ao hospital, especialmente os casos que geraram bloqueio judicial, para evitar pagamento em duplicidade.

A prefeita de Sinop diz que veio à procura de auxílio do governo. “Estamos apreensivos com a situação que se encontra o hospital, apesar do que está acontecendo ser parcial, então estou aqui para pedir que o governador leve em consideração remanejar recursos de outras áreas para investir na Saúde”.

Martinelli destaca a criação do Gabinete e salientou que a todos os setores da sociedade, inclusive o Poder Judiciário, devem se envolver para resolver as questões apresentadas pelos prefeitos o mais rápido possível. “Todos os setores devem colaborar, precisamos de uma parcela de contribuição de todos, de todos os órgãos, de todos os setores”.

O prefeito de Sorriso ressalta que todos entendem que o governador é quem mais tem mostrado interesse em solucionar estes problemas. “Contudo, precisamos fazer nossa parte também, ele precisa de nossa ajudam pois a situação atual é complicada e temos que apresentar ao governador lima contrapartida, e nossa solução para ajudar nas finanças é a criação do Gabinete de Gestão da Saúde”.

Lafin acredita que o Gabinete será implantado, apesar da difícil situação financeira do Brasil. “Isso reflete nos estados e municípios, agora é o momento da habilidade administrativa, e isto o governador e seus secretários já comprovaram que tem”.

O deputado Dilmar Dal Bosco avalia como positiva a reunião, e conta que acredita que o governo achará uma solução para a transferência de recursos para a área da Saúde. “O governador está preocupado com a situação, hoje ele se reuniu com os 19 deputados da base do governo para ver qual a melhor forma de resolver a questão, e nós garantimos à ele que ele pode buscar alternativas, demos carta branca ao Executivo para eu produza uma lei que permita este remanejamento”.

Unemat

O prefeito de Nova Mutum, Adriano Pivetta, tratou com o governador da criação de um curso técnico na área alimentícia para o campi da Universidade de Mato Grosso (Unemat) no município. “Temos interesse na expansão da oferta do Ensino Superior Público em Mato Grosso, e a criação deste curso é primordial para que possamos formalizar boa oarte da mão de obra de Nova Mutum”. De acordo com Pivetta, a Unemat é responsabilidade de todos e todos devem participar ativamente de seu desenvolvimento.

Exponop

Ao lado do presidente da Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso (Acrinorte), Olvide Galina, a prefeita de Sinop aproveitou para convidar o governador para participar da Exponop, uma das maiores feiras agropecuárias do Brasil, que movimentou na edição de 2016 cerca de R$ 40 milhões em volume negociado e que atraiu, diariamente, um público de 25 mil pessoas.