As obras de asfaltamento da rodovia MT-338 (estrada da Baiana) no trecho entre o Distrito Ana Terra (Tapurah) e o município de Itanhangá foram reiniciadas no início deste mês pela empresa Guaxe. Desde o dia 07 mais de 20 máquinas trabalham no trecho em três frentes diferentes para acelerar a terraplanagem dos 16,5 quilômetros que falta para ligar os municípios de Tapurah e Itanhangá pelo asfalto.

Conforme o encarregado da obra, Francisco Galvão, a previsão de entrega da obra é de quatro meses. “O tempo está nos ajudando bem e nossa expectativa é adiantar bem a obra nos próximos dias com a chegada de mais máquinas para concluir até julho, ou no máximo em agosto”, disse.

Segundo Galvão, agora as equipes trabalham na sub-base e subleito, e nos próximos dias deverão chegar á terraplanagem para posteriormente iniciar na capa asfáltica. “A partir do mês de maio já iniciaremos a capa asfáltica. A expectativa é que possamos concluir no prazo previsto, até o mês de julho”, reafirmou.

População comemora

As obras do referido trecho ficaram paralisadas cerca de seis anos, quando o então governador Silval Barbosa decidiu tirar os recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (FETHAB) destinado às obras de asfaltamento em municípios do interior do Estado para investir nas obras da Copa do Mundo em Cuiabá. Em 2016 o governo atual reiniciou as obras, mas sem avançar na pavimentação, sendo apenas na terraplanagem.

Hoje, principalmente os moradores de Itanhangá já comemoram muito o reinício das obras e voltaram a acreditar na conclusão da pavimentação asfáltica. Pelas redes sociais é possível ver a felicidade e a comemoração de internautas que residem em Itanhangá. “Acho que agora o asfalto será feito!!”, postou uma moradora do município. Outros reagiram com palmas na mesma postagem. “Agora sai o tão esperado asfalto entre Tapurah e Itanhangá, máquinas na pista a todo vapor…  Ufa !!”, destaca outra postagem de uma moradora itanhangaense.