O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) recebeu 32 veículos novos, nesta terça-feira (21.03), que vão reforçar as ações de fiscalização da produção agropecuária do estado. A iniciativa faz parte do processo de reestruturação do órgão, que distribuirá os automóveis a municípios do interior.

A entrega dos veículos ocorreu durante a cerimônia de abertura oficial da Show Safra BR-163 2017, em Lucas do Rio Verde, com as presenças do governador Pedro Taques, e do vice-governador, Carlos Fávaro.

O presidente do Indea-MT, Guilherme Nolasco, também participou do evento e destacou que até junho desde ano o Governo deve entregar mais 122 veículos.

 “Com essa entrega que estamos fazendo, nós totalizamos a reestruturação, com 300 notebooks, 82 veículos e outros 300 aparelhos de GPS. Sobretudo, neste momento crítico da fiscalização federal, o Estado de Mato Grosso está fazendo a sua parte com o fortalecimento do sistema de vigilância e fiscalização”, avaliou.

Ele frisou que o mercado está cada vez mais competitivo e preocupado com a origem do alimento, por isso a importância de reforçar a fiscalização.

 “O mundo busca segurança alimentar. Quando compram um suíno ou frango, eles querem saber como é produzida a soja que esses animais consomem. Então, é de extrema importância que se tenha uma fiscalização da agricultura e pecuária, para responder aos mercados internacionais, ONGs e entidades”, completou.

Já o governador Pedro Taques ressaltou que o Governo de Mato Grosso trabalha na reestruturação total do Instituto e lembrou a legislação aprovada no final de 2016, que desburocratizou o Indea. “Isso fez com que a vigilância sanitária vegetal e animal do nosso estado assumisse outro patamar”, disse.

Ele afirmou ainda que o Governo de Mato Grosso faz um trabalho internacional para vender o que é produzido no estado aos mercados do mundo todo. Por conta disso, há uma grande preocupação em manter a qualidade do que é produzido no território mato-grossense.

 “Temos um convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e estamos ajudando na fiscalização e os resultados já começaram a aparecer”, considerou, lembrando que o estado é livre da peste suína clássica.

 O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, salientou que Guilherme Nolasco tem o reconhecimento do Governo Federal por conta do trabalho desenvolvido no estado, na função de presidente do Indea.

Operação Carne Fraca

Para o ministro, a Polícia Federal errou na comunicação da Operação Carne Fraca e o Governo Federal trabalha desde sexta-feira (17.03) para reverter o estrago causado. Maggi disse que muitos criadores são pequenos proprietários e têm na criação de gado a única fonte de renda da família.

 “Não estamos defendendo quem fez coisa errada, quem fez que pague por isso. O que defendemos é o nosso sistema de fiscalização”.

 Ele também destacou que somente 21 frigoríficos apresentaram problemas. “Penso que o prejuízo será bastante grande, o Brasil exporta cerca de US$ 15 bilhões por ano. O prejuízo de 5% representa quase US$ 1 bilhão por ano”, comentou.

O governador Pedro Taques também comentou a operação da Polícia Federal, lembrando que nenhuma planta de Mato Groso foi envolvida no caso, sendo resultados dos investimentos na fiscalização.