A Secretaria Municipal de Saúde tem investido em prestar o melhor atendimento aos Tapuraenses. Um dos principais focos até agora tem sido realizar o máximo de consultas e procedimentos, diminuindo os as viagens de pacientes para outros municípios. Na semana passada, a população já pôde contar com atendimentos de uma especialidade que não tem em Tapurah: a pediatria.

Dois médicos de Sorriso vieram até o município para uma demanda de cerca de 60 pessoas que aguardavam há alguns meses por atendimento da especialidade. Pelo menos 27 consultas foram realizadas em uma tarde, em consultórios na antiga Secretaria de Saúde e no Hospital Municipal.

“Eu acho que, em qualquer lugar, é preciso ter atendimento de pediatra e é muito raro em cidades de pequeno e médio porte ter essa especialidade. Então esta iniciativa da prefeitura é muito importante e só vai melhorar o bem estar e a saúde da população. A demanda é grande, tem bastante criança para atender. Todas as cidades do país têm carência de especialidades e na área de pediatria é mais carente ainda, então estamos aí para trabalhar”, ressaltou o pediatra Diego Aguirre.

Daira Aparecida levou o filho para ser atendido e contou estar muito satisfeita com a praticidade da consulta ser feita na cidade. “Eu acho ótimo. A gente precisa muito de um pediatra aqui e eu gostei muito de ter essa especialidade para nos atender hoje. Facilita bastante e não precisa viajar para outro lugar”, disse.

E sempre pensando em priorizar a qualidade de vida da população e agilizar todo o processo de diagnósticos, o secretário de Saúde, Marco Antônio Felipe, disse que nos próximos dias outras especialidades como ginecologista, cardiologia, urologia, dentre outras, devem ser agendadas em Tapurah para continuar evitando o transporte de pacientes para outros municípios.

“Para nós, foi uma grande conquista tanto para a equipe da saúde quanto para a população em geral. Tínhamos uma demanda para trazer um pediatra para o município e conseguimos trazer dois profissionais para os atendimentos: os doutores Diego Aguirre e a Dra. Flayane Pinto, médicos já com um vasto período de medicina pediátrica, experientes. A demanda de pessoas que estavam aguardando os pediatras era grande e graças ao empenho da administração conseguimos trazê-los . Essa especialidade é apenas uma das que traremos para Tapurah”, destacou o secretário.

E ainda sobre os avanços na Saúde, Marco Antônio contabilizou que do dia 9 de janeiro ao dia 2 de fevereiro, pelo menos 367 ultrassons já haviam sido realizadas no município. Até 2016, este tipo de exame também não era realizado na rede pública em Tapurah.