As chuvas continuam em Nova Ubiratã e já atrasam a colheita da soja da safra 2016/17. Com cerca de 30% da produção para ser colhida, os produtores ressaltam perdas no peso do grão e problemas com soja ‘ardida’, com as características alteradas pela ação do tempo. No último domingo (19), algumas localidades acumularam chuvas de até 100 mm.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural do município, Albino Castilho Ruiz, algumas áreas registram perdas no rendimento. “Quando temos lavouras prontas, com produtividade média de 60 sacas de soja hectare, e que recebem muita chuva temos um prejuízo de até 5 sacas do grão por hectare”, destaca.
Em relação à safrinha de milho, também há uma preocupação, uma vez que a janela ideal de plantio está finalizando na região. Em contrapartida, muitas áreas estão encharcadas e os produtores avaliam a necessidade de replantio. “Plantar o milho de agora em diante é muito arriscado. Talvez alguns produtores invistam no feijão caupi ou até mesmo um milheto. E temos muitos produtores reclamando que há plantas morrendo por conta do excesso de chuvas”, reforça a liderança.