Itanhangá: Caseiro suspeito de matar o dono da propriedade tem prisão decretada

Adão Lopes encontra-se foragido; crime foi cometido em Itanhangá (MT). Espingarda utilizada no crime foi apreendida e levada para perícia.

755
Adão Rodrigues Lopes está foragido (Foto: Polícia Civil)

O caseiro Adão Rodrigues Lopes, de 62 anos, teve a prisão decretada pela Justiça e encontra-se foragido, segundo a Polícia Civil. Ele é suspeito de matar o dono do sítio onde morava em Itanhangá, no último dia 28. O caseiro deve responder por homicídio duplamente qualificado, conforme a polícia.

A arma utilizada no crime, uma espingarda calibre 28, foi enviada para a perícia. A polícia faz buscas para tentar localizar o suspeito do assassinato.

A prisão de Adão Rodrigues foi decretada na ultima quinta-feira (2). Ele é apontado como único suspeito do crime, que teria sido cometido durante uma discussão. A morte foi testemunhada por um amigo da vítima.

Conforme a polícia, houve desgaste na relação trabalhista, entre o caseiro e a vítima. Alcione Meireles dos Santos, de 33 anos, pediu ao caseiro que ele deixasse o sítio, mas ele não aceitou e atirou contra ele.

A testemunha contou à polícia que nos últimos dias o dono da propriedade e o caseiro estavam se desentendendo, pois o trabalhador não queria deixar o sítio.

Ela também disse que viu o caseiro com uma espingarda nas mãos e tentou correr atrás dele, mas o suspeito correu no pasto em direção ao sítio vizinho. Afirmou ter visto o suspeito saindo e uma motocicleta vermelha, com uma mala na garupa.