Prepare o bolso: fretes em lojas online podem ficar mais caros

O motivo é o fim e-Sedex, um dos principais serviços de entrega de mercadorias dos Correios

19

frete onlineOs consumidores que aproveitam a comodidade da internet para fazer compras online precisam preparar o bolso, porque os preços dos fretes devem aumentar a partir do ano que vem. O motivo é o fim e-Sedex, um dos principais serviços de entrega de mercadorias dos Correios.

O serviço de envio de entrega rápida é voltado para lojas de e-commerce que têm contrato com a estatal e oferece preço similar ao das encomendas convencionais, o PAC, mas com os mesmos prazos de entrega do Sedex normal.

A medida, que entra em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2017, deve atingir diretamente os consumidores. Segundo a Abrapost (Associação Brasileira de Franquias Postais), a modalidade oferecida pelos Correios responde por 30% do faturamento das lojas franqueadas, logo, o valor do frete através de transportadoras contratadas ou do Sedex convencional será repassado para os preços dos produtos ou para o próprio valor de entrega.

Atualmente, a companhia enfrenta a maior crise financeira de sua história, sendo que registrou um prejuízo de R$ 2,1 bilhões no ano passado e deve apresentar resultado parecido no fechamento de 2016, o que culminou no encerramento do serviço.

correios preço