Mais uma Ciretran envolvida em fraudes

68

Quatro mandados de busca e apreensão com objetivo de desarticular uma associação criminosa de fraude e corrupção envolvendo servidores públicos do Ciretran e despachantes de veículos foram cumpridos em uma operação da Polícia Judiciária Civil e Departamento Estadual de Trânsito (Detran), deflagrada na última quinta-feira (08.12), em Nova Xavantina (645 km a Leste).

Entre os alvos da investigação estão, proprietário de uma empresa de Despachante, seu filho e funcionário, além de um servidor do Ciretran de Nova Xavantina, também um  servidor público do Ciretran de Novo São Joaquim.

As investigações contra a quadrilha acusada de crimes contra a administração pública iniciaram há cerca de 5 meses. Segundo as informações levantadas pela Polícia, a organização criminosa está envolvida em crimes de falsificação documentos, falsidade ideológica, estelionato, cobranças indevidas, corrupção ativa e corrupção passiva.

Nas buscas, realizadas na casa e na empresa do despachante e nas residências dos servidores públicos foram apreendidos documentos, lacres de uso exclusivo do Ciretran, e uma arma de fogo.

De acordo com o delegado, Sidarta Vidigal de Almeida, entre as ações cometidas pelo grupo está o licenciamento de veículos em nome de pessoas falecidas. “Com base nas investigações conseguimos fechar o estabelecimento do suspeito e o afastamento dos dois funcionários do Ciretran, acusados de integrar a quadrilha”, destacou.