Governo de Mato Grosso firma convênios para construção de duas novas escolas em Tapurah

142

taques escola governoO governo do Estado de Mato Grosso firmou, nesta quinta-feira (15.12), dois convênios com a prefeitura de Tapurah que preveem a construção de duas escolas, além de reforma da Escola Cândido Portinari, a única unidade de ensino estadual existente no município. As obras fazem parte do Pró-Escolas, um programa instituído pela Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) que abrange estrutura, ensino e inovação, tendo como foco a busca por melhorias na aprendizagem.

Conforme os convênios, caberá à prefeitura de Tapurah realizar as licitações para contratação das empresas responsáveis pela execução dos serviços. Já a Seduc, que elaborou o projeto das novas unidades, encaminhará os recursos. O investimento para a construção das duas escolas foi orçado em R$ 13 milhões.

“Estamos vivendo uma transformação nesse município. Assim como em todo o Estado. Essas obras trarão, certamente, mudanças significativas a população”, afirmou o governador Pedro Taques.

O secretário de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, destacou que, sendo concluída a fase de licitação, as obras deverão ter início imediato. “A expectativa é de que essas escolas estejam prontas em 2017”, observou.

Cada uma das novas unidades contará com 16 salas de aula e terá capacidade para atender até 480 alunos por turno. Marrafon pontuou que a construção de escolas deve ser intensificada nos próximos anos, em todo o Estado, como parte de uma iniciativa para elevar os índices educacionais.

“O governador nos pediu que a transformação na Educação começasse, também, por equipamentos públicos de qualidade. Nós sabemos que temos que valorizar o profissional, estar junto da comunidade escolar e dar, para todos, escolas que possam fomentar a inovação, acolher os estudantes, para que o ensino melhore. Essa é a missão”.

Com uma população de 13 mil habitantes, o município de Tapurah cresce a cada dia. Atualmente, 1,5 mil alunos estudam na rede municipal e outros 1,5 mil encontram-se matriculados na Cândido Portinari, nos três períodos.

“A nossa demanda por salas de aula é muito grande, especialmente para a Cândido Portinari. Essas novas escolas irão ampliar o acesso da população a uma educação de mais qualidade”, concluiu o prefeito Luiz Eickhoff.

Reforma

Inaugurada em 2010, a Escola Estadual Cândido Portinari apresenta uma série de problemas na parte elétrica e na parte hidráulica dos banheiros. A laje da unidade também encontra-se comprometida, de acordo com a diretora Marisa Ruppel Diel.

Ela contou que teve acesso ao projeto elaborado pela Seduc e se mostrou satisfeita com o que viu. “O que está planejado para ser executado vai ao encontro dos problemas a serem corrigidos. Esperamos que as obras saíam do papel o quanto antes”, cobrou. O investimento para a reforma da escola será de R$ 150 mil.