carreta roubadaBando rouba carga de óleo diesel e mantém três motoristas de carreta em cativeiro por mais de 30 horas no meio da mata.  Roubo seguido de sequestro ocorreu em um posto de combustível, localizado na avenida dos Imigrantes, em Várzea Grande, por volta das 22h de quinta-feira (8). Os três só foram libertados por volta das 5h da manhã de sábado (10).

Os motoristas foram abandonados às margens da rodovia BR-364, próximo do Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na saída para Rondonópolis (212 km ao sul). Três criminosos ficaram monitorando os reféns durante o período em que ficaram no cativeiro. Eles receberam água e alimento.

Duas das carretas foram recuperadas, já sem as cargas. Uma na região de Campo Verde (131 km ao sul) e outra próximo do município de Vera (458 km ao norte), ainda no sábado. Os dois veículos levavam cerca de 45 mil litros de óleo diesel, trazidos de Araçatuba (SP) para serem entregues à distribuidora em Várzea Grande. A carga roubada está avaliada em cerca de R$ 250 mil.

Relato das vítimas aponta que os três motoristas, que trabalham para a mesma empresa transportadora, jantavam juntos em um posto de combustível localizado na avenida Imigrantes, próximo do local onde seria feita a descarga do produto.

Por volta das 22h foram rendidos por três criminosos portando armas de fogo. Obrigaram o trio a entrar em uma das carretas e seguir com eles até o cativeiro. Depois foram deixados no local enquanto o restante do bando seguia com os veículos. A terceira carga de diesel só não foi levada porque ao tentarem levá-lo, ele foi bloqueado pelo sistema de monitoramento e foi abandonado no posto. Só o motorista foi levado para ser mantido refém com os colegas.

Segundo responsável pela empresa, a carga possuí seguro. A investigação sobre atuação do bando de roubo de cargas está sob responsabilidade da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derfva) de Cuiabá.