cunha estrategiaPreso há dois meses pela Lava Jato por envolvimento em esquema de corrupção, o ex-deputado Eduardo Cunha tem passado o tempo livre na prisão estudando meticulosamente os seus processos. As informações foram publicadas pelo jornal O Globo.

Ao contrário da maioria dos réus da Operação, vestido de terno e gravata, ele vai a todas as audiências acompanhado de dois agentes federais, faz anotações, cochicha com seus advogados e ouve atentamente aos depoimentos das testemunhas.

Um dos defensores de Cunha se declarou surpreso com os conhecimento do ex-deputado, que é economista, e não advogado. “Ele é melhor que muitos advogados”, disse. “Extremamente inteligente e sempre tem uma contribuição para dar no processo”, completou.

Inclusive o presidente Michel Temer já se surpreendeu ao saber que Cunha não era advogado.

De acordo com a reportagem, a cela de Cunha em Curitiba foi transformada por ele num escritório. Ele usa o espaço privativo para estudar calhamaços de processos.

Agentes informaram que o deputado cassado dorme bem e não reclama das condições da cadeia.