Três são presos por envolvimento em assalto a agência de cooperativa em Novo Mundo

42

O comandante regional da Polícia Militar em Peixoto de Azevedo, tenente coronel Gildázio Alves, confirmou, esta manhã, que três homens foram presos acusados de envolvimento no assalto a uma agência de uma cooperativa de crédito de Novo Mundo. Algumas armas (calibres não informados) foram apreendidas. A quantia roubada ainda não foi recuperada.

“Um dos assaltantes foi localizando nas proximidades da mata onde eles abandonaram os reféns [ainda em Novo Mundo]. Foi realizada a prisão e apreensão de uma arma. No celular dele haviam alguns contatos. O segundo foi preso através dos órgãos de inteligência do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) da Polícia Civil, em Guarantã do Norte. Já o terceiro foi preso em Novo Mundo pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Ainda restam dois que teriam dado apoio nesta ação criminosa”, explicou Alves, ao Só Notícias.

Segundo o comandante, os órgãos de segurança e de inteligência descartaram que os criminosos agiram no estilo “novo cangaço” e que, na verdade, eles seriam moradores de Guarantã do Norte, Peixoto de Azevedo e Novo Mundo. “A princípio o assalto seria na modalidade ‘novo cangaço’, mas observamos que são pessoas amadoras. Quando ocorre este tipo de crime no Estado, a resposta é com força máxima dos setores de segurança. Fizemos um cenário de operação com todos os órgãos especializados em segurança. O trabalho de inteligência conseguiu levantar que são moradores da região”.

Conforme Só Notícias já informou, pelo menos quatros assaltantes fortemente armados renderam funcionários e clientes que estavam na agência de uma cooperativa de crédito. Os criminosos colocaram todos os reféns na frente da unidade como “escudos”. Vários tiros foram disparos na região. Um dos projéteis atingiu um veículo, que teve o vidro da porta danificado. A assessoria de imprensa do Sicredi confirmou que alguns dos tiros atingiram a fachada da unidade, porém, ninguém ficou ferido.