Mato Grosso pode bater recorde e colher até 250 mil hectares por dia em fevereiro

11

plantioCom o ritmo a campo intenso, a semeadura da nova safra entra na sua reta final em grande parte de Mato Grosso. Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), os olhares com relação ao desenvolvimento das plantas e planejamento da colheita “já são colocados no radar”.

Conforme a previsão feita pelo instituto sobre o potencial de soja apta a ser colhida em cada semana com base nos percentuais semeados e no ciclo das sementes utilizadas em cada região, se forem desconsideradas quaisquer interferências climáticas nos trabalhos a campo, pode ocorrer um adiantamento da colheita em janeiro, diferentemente do ocorrido nos anos anteriores.

Além disso, na primeira semana de fevereiro, a previsão indica uma possibilidade inédita do Estado colher até 250 mil hectares por dia, com a primeira quinzena de fevereiro podendo ter mais de 5,2 milhões de hectares de soja já fora do campo. O Imea, no entanto, alerta que, apesar das boas perspectivas, “um clima adequado no início de 2017 e grande quantidade de máquinas serão determinantes para a consolidação dos dados”.