Polícia Civil recupera 350 cabeças de gado e prende quadrilha na região de Nova Mutum

80

gado nova mutum quadrilhaCinco carretas carregadas com 350 cabeças de gado roubadas foram apreendidas pela Polícia Judiciária Civil, no sábado (22.10), em uma ação da Delegacia Regional de Nova Mutum (264 km ao Norte) com apoio da Delegacia Regional de Tangará da Serra. A ação resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de armas e munições.

Fabiano Oliveira dos Santos, Divino Resende e Alessandro Neves acusados de integrar a quadrilha especializada em roubo de gado na região foram presos em flagrante pelos crimes de roubo e posse ilegal de arma de fogo e munições. Uma adolescente integrante do grupo também foi apreendido.

A quadrilha era investigada pela Polícia Civil de Nova Mutum há vários dias pela autuação no roubo de gado no interior do Estado, especialmente na região. No sábado (22), a ação do grupo criminoso foi desarticulada através de um trabalho conjunto de investigadores das Delegacias Regionais de Nova Mutum e Tangará da Serra.

Na ação foram apreendidas 5 carretas de gado roubado, sendo três  apreendidas na cidade de Diamantino e duas em Brasnorte, totalizando aproximadamente 350 reses recuperadas. Com os suspeitos ainda foram apreendidas armas de fogo e munições.

Segundo o delegado Luíz Felipe Leoni, o suspeito Divino Resende é o chefe da quadrilha enquanto Fabiano e Alessandro são seus comparsas nos crimes.

Participaram da ação, os investigadores Jobrail André da Silva e Marcus da Regional de Nova Mutum, equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município, equipes das Delegacias de Diamantino e São José do Rio Claro, coordenados pelos delegados Luiz Felipe Leoni (Nova Mutum) e Vanessa Aguiar da Cunha Garcez de Diamantino.