Imea prevê redução em esmagamento de soja em MT e reflexo nas cotações internas

57
Farelo de Soja 2013 1 (ass) /

Os próximos meses devem apresentar uma redução no volume de soja esmagado em Mato Grosso. A previsão foi feita pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Segundo o boletim, divulgado ontem, caso a expectativa se confirme e a produção de subprodutos da oleaginosa recue, pode haver impacto nas cotações internas “sobretudo, se a demanda se mantiver aquecida, como vem ocorrendo com o óleo”.

Segundo o Imea, a movimentação do mercado de farelo e óleo de soja no Estado vem se apresentando mais “colada” ao mercado externo em 2016 quando comparada aos últimos três anos. “Quando se observa a movimentação das cotações do farelo em Mato Grosso, percebe-se variação bastante semelhante à apresentada em Chicago”, destacaram os especialistas do instituto.

Por outro lado, conforme o Imea, no mercado de óleo, apesar de os preços internos estarem em grande parte deste ano acompanhando a movimentação do óleo na CBOT, “as cotações internas vêm apresentando patamares de preços nominais historicamente elevados, devido, sobretudo, a sua demanda aquecida para a produção do biodiesel”.