Candidato a prefeito é morto durante carreata em Goiás

O delegado regional de Itumbiara, Ricardo Chueire, disse que ainda não se sabe a motivação do crime

138
O servidor Gilberto Ferreira do Amaral no momento em que atirou contra a carreata
O servidor Gilberto Ferreira do Amaral no momento em que atirou contra a carreata

A caminhonete em que o candidato a prefeito de Itumbiara Zé Gomes da Rocha (PTB) e governador em exercício de Goiás, José Eliton (PSDB), passava pela avenida Modesto de Carvalho, já próximo ao setor Novo Horizonte, por volta das 18h desta quarta-feira (28), quando o funcionário público Gilberto Ferreira do Amaral, 53, estacionou um carro, que tem placa de Curitiba (PR), um pouco à frente, próximo ao local por onde passava a carreata.

“Ele desceu do carro, avançou em direção à caminhonete, e atirou contra Zé Gomes e o governador em exercício. Um policial militar que acompanhava a carreata a pé, ao lado da caminhonete, também foi atingido durante o tiroteio e acabou morrendo no local”, conta Daniel Gomes Pereira, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar de Goiás.

O policial militar foi identificado como cabo Vanilson Rodrigues, que estava trabalhando na segurança do evento. Ele tinha 36 anos de idade, 16 deles na PM.

O atirador, que usou uma pistola automática .40, tentou voltar para o local onde havia estacionado o veículo, na tentativa de fugir da cena do crime, mas foi perseguido por policiais militares. Até conseguiu entrar no carro, mas morreu ao ser baleado pelos PMs dentro do veículo.

Zé Gomes da Rocha (PTB) morreu no local. José Eliton ficou ferido no abdômen, passou por uma cirurgia no Hospital Municipal Modesto de Carvalho e foi levado de avião para ser tratado na capital.

O advogado da prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, também foi atingido. Ele foi atendido no município e está sendo transferido para Goiânia.

Havia muitas pessoas na carroceria da caminhonete no momento dos disparos mas, segundo Pereira, ninguém mais foi atingido. O deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO), relator da comissão do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados, e o senador Wilder Morais (PP-GO) estavam ao lado de Zé Gomes e José Eliton.

A reportagem do UOL entrou em contato com os dois parlamentares, mas eles não atenderam às ligações. Em sua conta na rede social Twitter, Jovair afirma ter perdido um irmão.

A carreata havia começado no centro da cidade com concentração marcada para as 14h e já se afastava da região central quando o crime aconteceu.

O delegado regional de Itumbiara, Ricardo Chueire, afirma que ainda não se sabe a motivação do crime. “Fizemos a perícia no local e no carro do atirador, mas ainda não há pistas do que pode ter motivado o crime.”

A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública informou que o governador Marconi Perillo, em viagem oficial aos EUA, deve conceder uma entrevista coletiva assim que chegar a Goiânia nesta quinta-feira (29), em horário a ser definido.