Leilões da Conab venderam apenas 47,6% do milho estocado em Mato Grosso

A Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) comercializou apenas 23,8 mil toneladas de milho estocado armazéns públicos em Mato Grosso em dois leilões realizados na manhã desta terça-feira, 23 de agosto

50

Milho armazenamentoO volume equivale a 47,6% das 50 mil toneladas colocadas à leilão. O valor arrecadado com as vendas chegou a R$ 9,99 milhões.

No edital 128, segundo a Conab, foram leiloados 5,9 mil toneladas das 9,4 mil toneladas ofertadas. A operação somou R$ 2,43 milhões. Já no edital 129 apenas 17,8 mil toneladas foram leiloadas de um total de 40,5 mil toneladas ofertadas. O certame somou R$ 7,56 milhões.

O cereal leiloado está armazenado em armazéns públicos localizados nos municípios de Pedra Preta, Ipiranga do Norte, Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Ubiratã, Sorriso e Várzea Grande.

Conforme a Conab, o produto se destina a criadores de suínos e aves que utilizam o grão na ração animal.

No mês de junho o Conselho Interministerial de Estoques Públicos (CIEP) autorizou a liberação de 500 mil toneladas para milho para leilão visado conter a alta do preço do cereal e seu impacto no custo de produção de aves e suínos e seus preços no mercado interno. O edital foi publicado em julho.