IMG_20160712_145642897-CopyUm dos  maiores   focos  de   mosquitos de  Sorriso, foi localizado  no córrego central da  cidade pela  equipe  da  secretaria de  saúde.

Acima da Unidade de Esgoto

Acima da Unidade de Esgoto

O córrego central, que  segundo  pioneiros  era  fonte  de  água potável para os primeiros  moradores de  Sorriso, onde  também utilizavam o mesmo córrego para  tomar  banho,  hoje esta abandonado e  praticamente é  um estorvo para  o município. Do  fórum  até a  avenida Brasil está praticamente   todo  concretado e  a água  que corre é  praticamente  insignificante,  nascentes  começam a dar um pouco de vida  a ele após  a  rua Mario Raiter (atrás do CTG) onde a  água  corre  limpa e  transparente, mas  a cerca de 500 metros  abaixo, mais  uma  vez  é “mal tratado”, onde  a  água aparente limpa e transparente  recebe  dejetos  da unidade  de tratamento de esgoto, onde  fica mal cheiroso e  imunda.

abaixo

Abaixo da unidade de Esgoto

Devido as  chuvas   fortes, muito  lixo é carregado para dentro do  leito do córrego, troncos de  árvores  e o próprio lixo acabam deixando o córrego  represado em alguns pontos. Nestes  pontos de  água pouco corrente é possível ver “milhões”  de  larvas de  mosquitos,  bem  como muitos mosquitos  voando nas proximidades.

A  prefeitura  enviou uma máquina  para  tentar  melhorar  a  fluidez  do rio e  tentar  diminuir  estes pontos  de  água parada, afim de  evitar  mais a proliferação dos mosquitos.

Uma moradora  próxima  informou que  após a unidade  de  tratamento de  esgoto se instalar  próximo do local, aumentou  consideravelmente em sua  residência o número de mosquitos, especialmente  pernilongos .