Notas falsas são colocadas à venda em rede social em Mato Grosso

Na internet, o vendedor oferece R$ 1 mil em notas falsas por R$ 150.Anunciante garante que notas passam em teste de autenticidade.

309

Notas falsificadas são oferecidas na internet por um usuário de uma rede social. O criminoso faz a divulgação em grupos de compra e venda de produtos de R$ 1 mil em notas falsas por R$ 150. O anunciante fez a propaganda como se estivesse em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.  A Polícia Federal foi procurada, mas não havia se posicionado até a publicação desta reportagem.

Post na internet anuncia venda de dinheiro falso (Foto: Foto: Reprodução/Facebook)No post, o perfil sem foto garante que as notas passam no teste da caneta, que comprova a autenticidade do dinheiro.

As notas de R$ 20, R$ 50 e R$ 100 são anunciadas em pacotes de R$ 150 e R$ 200.

A reportagem entrou em contato com o anunciante como se fosse um suposto interessado na compra. Na conversa, o anunciante explicou que o pagamento da encomenda é feito através de depósito ou transferência bancária.

O vendedor garantiu que as notas passam nos testes de autenticidade e que todas têm alto relevo e marca d’água. Segundo o anunciante, as notas são enviadas através dos Correios e que as cédulas falsas não passam pelo equipamento de raio-X durante o transporte.

Para tentar burlar a fiscalização, o autor do anúncio argumenta que o dinheiro falso é enviado embrulhado em jornais.

De acordo com o artigo 289 do Código Penal, quem falsificar, fabricando ou alterando, moeda metálica ou papel-moeda de curso legal no país ou no estrangeiro pode pegar pena de reclusão de três a doze anos e multa.