Pró-LeiteTapurah será umas das 16 cidades mato-grossenses contempladas com o Pró-Leite, programa de desenvolvimento da cadeira produtiva do leite. A escolha do município foi feita na manhã da sexta-feira (10) durante reunião agendada pelo deputado estadual Dilmar Dal’ Bosco (DEM) com o secretário Adjunto de Assistência Técnica e Extensão Rural Corgésio Ribeiro Albuquerque e o prefeito municipal Luiz Eickhoff (PSDB). A adesão ao programa, de acordo com o gestor, beneficiará cerca de 50 agricultores familiares.

Eickhoff ressaltou que esse é o encerramento de um ciclo para os produtores residentes nos quatro assentamentos do município, cujos trabalhos com a cadeia leiteira tiveram início com o programa Balde Cheio. Trata-se de um programa realizado pelo Sebrae, que ensina métodos de controle, produção e custo para novos empreendedores.

“Nós possuímos um mini laticínio dentro do Assentamento Santa Luzia que, por falta de incentivo e produção adequada, encontra-se inativo. Com o Pró-Leite, a Associação dos pequenos produtores começará a industrializar derivados do leite. Atingindo nosso objetivo de diversificar a agricultura familiar”, comemorou.

Para facilitar a captação dentro das propriedades e o transporte do produto ‘in natura’ leite, o prefeito cobrou a doação, pela Seaf, de três resfriadores de leite. Ele explicou que os produtos da agricultura familiar de Tapurah são certificados pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), o que facilitará o ingresso desses laticínios no Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf-MT).

A criação do SIM, que estabelece fiscalização sanitária e da secretaria de Meio Ambiente, possibilitou o retorno da Feira do Agricultor, fato bem recepcionado pelo adjunto da Seaf. “Existe uma barreira legal quando se trata da comercialização dos produtores da agricultura familiar fora de seu município de origem. Os pequenos agricultores que beneficiam sua produção, enfrentam dificuldades para vender ao mercado formal e institucional por falta da certificação emitida pelo poder público. O Susaf, é o mecanismo do Estado que regulamenta essa venda, ele cria uma cadeia de relacionamento com outras cidades, e a inclusão no SIM o primeiro passo”, explicou Corgésio.

Mato Grosso é o oitavo produtor nacional de leite, responsável por 3% da produção total. Segundo dados do Instituo Mato-grossense de Pesquisa Agropecuária, cerca de 80% do leite do Estado é produzido pela agricultura familiar.

EXPO TAPURAH

Luiz Eickhoff aproveitou a reunião para convidar a secretaria de Estado de Agricultura Familiar à expor suas atividades durante a 14ª edição da Expo Tapurah, que acontece entre os dias 01 e 06 de julho, e é promovida pela Associação de Promoção de Eventos Agropecuários de Tapurah em parceria coma prefeitura municipal.

“Trata-se da maior festa do nosso município, que reúne rodeios, atrações musicais, palestras, vitrines, enfim, atividades que mostram a diversificação da nossa economia e que agora, graças ao Corgésio, contará com um técnicos da Seaf para ministrar trabalhos voltados ao pequeno” encerrou.

O presidente da Câmara da Câmara Municipal de Tapurah, Odair César Nunes, e seu colega, o vereador Anilson Antônio Martins, também participaram da reunião que contou ainda com a presença do coordenador da Cadeia do Leite, Carlos Guilherme Dorileo e, representando o deputado Dilmar Dal’ Bosco, o assessor parlamentar Cleber Zanella.