TCE-MT lança curso de extensão sobre Cidadania e Controle Social

327

tce assembleiaAinda estão abertas as inscrições para o “Curso de Extensão Cidadania e Controle Social” do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT) lançou na quarta-feira da semana passada, dia 4 de abril.

Este curso, que será realizado na modalidade Ensino a Distância (EAD), objetiva a capacitação de conselheiros dos Conselhos de Políticas Públicas do estado e dos municípios mato-grossenses, estudantes e membros da sociedade, com o intuito de estimular a compreensão da importância do controle social dos recursos públicos pelos conselheiros e cidadãos, bem como a relação necessária e legal deste controle com demais controles interno e externo.

Será certificado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com carga horária de 100 horas e oferecido gratuitamente na modalidade ensino a distância, via Plataforma Moodle – uma alternativa educacional democrática que amplia as possibilidades de acesso ao conhecimento e socializa informações.

São 1.500 vagas para todo estado e o período de inscrição se encerra no dia 15 de julho. Até o momento, mais de 300 pessoas já se inscreveram no site do TCE-MT.

A Secretária de Assistência Social de Tapurah, Danielle Eickhoff, esteve no lançamento do curso e disse que os 100 melhores trabalhos serão executados nos municípios.

Aulas
No dia 28 de julho acontecerá a aula inaugural a partir das 14h30, no Auditório da Escola Superior de Contas. Os certificados serão emitidos pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A supervisora do curso e secretária de Articulação Institucional do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Cassyra Vuolo, explica que o curso trata de um importante mecanismo de fortalecimento da cidadania que visa proporcionar a aproximação da sociedade com o Estado.

“Precisamos estimular a compreensão da importância do exercício do controle social dos recursos públicos e estreitar as relação necessárias e legal deste controle com demais controles internos e externo”, disse.

A professora da UFMT que elaborou o conteúdo do curso, Dra Claudia Oneida, conta que tem tido contato direto com os conselhos de políticas públicas de Cuiabá e Várzea Grande.
“Realmente existe uma necessidade muito grande de treinamento para que possam agir como fiscalizadores e auxiliares da gestão pública. Tem que colaborar também e não só criticar. Eles têm que verificar as despesas feitas pelo Executivo e se está dentro do planejado. É a função de um conselho. São representantes da comunidade”, explica.

O curso tem dois momentos presenciais: a abertura e o encerramento, previsto para o dia 01/11, data final para entrega dos trabalhos finais pelos cursistas. De 17/11 a 01/12 é o prazo para apresentação da lista dos cursistas aprovados no site do TCE-MT.

O curso funciona na modalidade à distância, conhecido como Ambiente Virtual de Aprendizagem. A coordenadora da área EAD no convênio TCE/ UFMT, Rosana Abutakka explica que a UFMT é pioneira nesse tipo de aprendizado à distância e o curso pode ser acessado com facilidade, inclusive para tirar dúvidas.

Fonte: ASCOM