Lixo Hospitalar é descartado de forma irregular em postos de saúde

81

phpThumb_generated_thumbnailjpgQuem passa pela Unidade Básica de Saúde Drº Carlos Sholtão, que atende os moradores do bairro Jardim Palmeiras em Sinop, percebe que há algo de errado com o descarte do lixo da unidade. Uma lixeira foi construída, separando o descarte hospitalar do convencional, o problema é que a estrutura esta sem portas, e assim qualquer pessoa, e até mesmo animais, tem acesso ao material que pode estar contaminado.

A secretaria municipal de Saúde reconheceu há algumas semanas um problema na coleta deste material, problema que teria sido solucionado mediante algumas coletas extras. Quando a estrutura das lixeiras, até o momento não houve um posicionamento do executivo municipal.

O posto de saúde do bairro Jardim Ibirapuera apresentava o mesmo problema, que acabou sendo solucionado nos últimos dias. Alias, é preciso destacar que a logo marca nas embalagens não deixa dúvidas de que o lixo descartado no local é contaminado, são restos de curativos, seringas, entre tantos outros produtos.