Audiência pública debaterá modelo de gestão do Hospital Regional de Sorriso

217

Hospital São LucasA Assembleia Legislativa (ALMT) realizará audiência pública no município de Sorriso para debater o modelo de gestão e as demandas reprimidas do Hospital Regional do município. O debate será na próxima quinta-feira (19), às 19 horas, no plenário da Câmara Municipal.

A audiência foi requerida pelos deputados Guilherme Maluf (PSDB), José Domingos Fraga (PSD), Mauro Savi (PSB), Dr. Leonardo (PSD) e Silvano Amaral (PMDB), que buscam recursos para a unidade hospitalar que está carente de investimentos e infraestrutura diante da atual demanda.

Sorriso é a cidade polo da região do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Teles Pires, que congrega 15 municípios, com uma população estimada em 500.000 habitantes, e conta apenas com 126 leitos para atender toda a região.

“Toda a estrutura física está ultrapassada e degradada. A cozinha do hospital chega a ser desumana e a maioria dos pedidos de procedimentos e especialidades são encaminhados para a capital, sobrecarregando as unidades e onerando o Estado”, explica Zé Domingos.

O parlamentar salienta que esta ação é importante para debater com a sociedade e governantes, avaliar a situação e encontrar soluções, pois é a população que utiliza a saúde pública e pode contribuir para solucionar as dificuldades existentes.

Segundo o deputado Dr. Leonardo, que é médico de profissão e presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as Organizações Sociais de Saúde (OSS) – modelo de gestão em Mato Grosso –, o Estado passa por uma transformação na saúde pública.

“Sabemos das dificuldades que temos na saúde, mas, infelizmente, não é da noite para o dia que vamos resolver os problemas que perduram há anos. Essas discussões são salutares para se fazer uma boa gestão e oferecer saúde de qualidade e dignidade à população”, salientou.

Foram convidados para participar do evento, o chefe da Casa Civil, Paulo Taques, e o secretário de Estado de Saúde, Eduardo Bermudez, além dos deputados estaduais e população em geral.