Projetos sociais levam ações para 1.400 jovens durante palestras

62

De Bem Com a Vida” e “De Cara Limpa contra as DrogasOs programas sociais “De Bem Com a Vida” e “De Cara Limpa contra as Drogas”, desenvolvidos pela Coordenadoria de Polícia Comunitária, da Polícia Judiciária Civil, estiveram presentes em Tapurah, para o desenvolvimento de ações de prevenção e combate ao consumo de álcool e drogas. O trabalho, realizado entre os dias 27 de março a 1º de abril, visava atender a demanda da Defensoria Pública do município, com o objetivo de estabelecer estratégias para o enfrentamento coletivo dos problemas causados pelo uso de drogas lícitas e ilícitas.

Mais de 1.400 pessoas foram atingidas em 13 ações realizadas com as comunidades escolares, Escola Estadual Cândido Portinari, EMEB Vinícius de Moraes, EMEB Dom Aquino e EMEB Renascer.

As ações foram desenvolvidas com base em informações atualizadas sobre o consumo de álcool e outras drogas em interface com a temática da violência, com o foco na prevenção preocupada em assegurar o respeito aos direitos humanos, bem como a promoção da saúde, a redução dos fatores de risco e o fortalecimento de fatores de proteção, sobretudo, reduzindo as vulnerabilidades.

Os diálogos formativos com alunos e professores das escolas buscaram uma nova articulação curricular a partir de proposições desencadeadas nos debates preventivos acerca do uso e abuso de álcool e outras drogas.

Para o gerente do projeto “De Bem Com a Vida”, investigador, Ademar Torres de Almeida as atividades preventivas sobre drogas, devem se orientar por evitar que o consumo problemático de drogas se converta em um problema de grande magnitude, baixando o custo social decorrente. “As estratégias de prevenção realizadas tiveram como horizonte a promoção da saúde, a redução dos fatores de risco e o fortalecimento de fatores de proteção”, disse.

A coordenadora do “De Cara Limpa Contra as Drogas”, Laura Léa, destacou que o programa que atua em Escolas Públicas de Cuiabá e Várzea Grande, está se fortalecendo no interior com palestras de diferentes temas, todos voltados a apresentação dos malefícios do consumo de drogas. “Além das ações dentro das escolas, o programa organiza uma vez por ano a Corrida de Rua ‘De Cara Limpa Contra as Drogas’, visando a divulgação do combate ao consumo de entorpecentes”, destacou.

A Defensora Pública Thais Borges frisou a importância dos projetos sociais estarem discutindo a temática álcool e drogas no município, bem como, participou de duas reuniões com pais de alunos informando do papel institucional da defensoria que era atuar em todos os casos onde houvesse desrespeito aos direitos do cidadão, individuais ou coletivos fornecendo a orientação jurídica e a defesa, em todos os graus, dos necessitados.

As reuniões e os sentidos expressos pela comunidade escolar sobre o consumo de álcool e drogas despertaram nos educadores a perspectiva de mobilizar mudanças no currículo escolar na busca de reforçar o compromisso dos educadores, fortalecendo a relação de confiança e proximidade com o aluno, no sentido de tornar o ambiente favorável à criatividade, à autonomia e à diversidade, ou seja, propício para que o adolescente se desenvolva, construindo seus valores e refletindo sobre sua saúde e suas escolhas de vida.

Cuiabá
No dia 30 de março, mais de 100 alunos do 1º e 2º ano do ensino médio da Escola Estadual, Ferreira Mendes, no bairro Boa Esperança, em Cuiabá, participaram de uma conversa com a delegada Ana Cristina Feldner, que levou aos estudantes a palestra intitulada “A vida bandida”, para mostrar aos jovens as consequências de quem entra para o mundo da criminalidade.

 

*Com informações da PJC-MT