Acusado de matar mulher a facadas em Nova Mutum se entrega em Campo Novo do Parecis

685
Fernando preso na delegacia de Campo Novo do Parecis.

O homem acusado de matar a vendedora Tânia Otonelli de 43 anos em Nova Mutum na ultima quinta-feira (14) se entregou na tarde desta segunda-feira (18) na delegacia de Polícia Civil de Campo Novo do Parecis (250 km de Nova Mutum). José Fernando Machado matou com golpes de facadas a vendedora na Avenida Mutum no inicio da noite da última quinta-feira.

O delegado de Polícia Civil de Campo Novo do Parecis, Dr. Adil Pinheiro de Paula informou em primeira mão ao Mutum Noticias que Fernando se entregou após uma longa negociação com a família do acusado. “nós sabíamos que ele estava aqui na região de Campo Novo e passamos a dialogar com a família dele para ganharmos a confiança, iniciamos esse trabalho ainda no sábado (16), e hoje um dos familiares nos entregou ele, agora vamos concluir o mandado de prisão e depois darmos sequencia no processo”, acrescentou o delegado com exclusividade ao Mutum Noticias.

Em instantes mais informações

Dr. Adil disse ao Mutum Noticias que irá manter contato com a delegada Angelina de Andrade para definir o prosseguimento das investigações. “Vou manter contato com a colega delegada de Nova Mutum, mas creio que ele deve ser recambiado uma vez que foi em Mutum que ocorreu o crime”, destaca.

O Caso

Dr. Adil Pinheiro - Delegado responsável pela prisão de Fernando em Campo Novo do Parecis.
Dr. Adil Pinheiro – Delegado responsável pela prisão de Fernando em Campo Novo do Parecis.

Até agora a Polícia apurou que Fernando mantinha um caso com Tânia Otonelli desde dezembro. Pelos relatos de familiares a vítima não queria mais manter o relacionamento e devido sua postura passou a ser torturada psicologicamente e ameaçada de morte.

Cerca de oito dias antes do crime que chocou Nova Mutum e gerou repercussão em todo estado, Tânia havia registrado um boletim de ocorrências relatando as ameaças de Fernando. O que ela mais temia aconteceu.

Tânia foi sepultado na sexta-feira (15) em Nova Mutum. Amigos da vitima usaram as redes sociais para clamarem por justiça.

Fonte: Mutum Notícias